terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Anderson Nogueira representará o Maranhão na São Silvestre


Nos últimos anos, os brasileiros viram o predomínio de Quênia, Etiópia e cia

A tradicional Corrida Internacional de São Silvestre, programada para esta quinta-feira, dia 31 de dezembro, vai reunir corredores de 37 países e de todos os estados. Ao todo, serão cerca de 30 mil participantes, que percorrem um trajeto de 15 quilômetros. A largada será às 8 horas, na Avenida Paulista, altura da Rua Frei Caneca, e a chegada será em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero, no número 900 da Paulista. Longe do topo do pódio há alguns anos e vendo o predomínio de países como Quênia, Etiópia, entre outros, o Brasil terá diversas estrelas para tentar acabar com esse jejum. E o Maranhão não poderia ficar de fora. O multiatleta da Bee Sports, Anderson Nogueira, já está na capital paulista, e será o representante do estado na competição.
O Multiatleta da Bee Sports, Anderson Nogueira é a aposta do Maranhão para acabar com a hegemonia de países como Quênia e Etiópia
Esta será a terceira vez que Anderson Nogueira competirá a maior corrida de rua do país. Seu melhor resultado foi obtido em sua primeira participação, em 2011, com o tempo de 1 hora 20 minutos. Anderson participou ainda da edição de 2013 da São Silvestre.
“Eu vou muito mais com a intenção de melhorar o meu tempo. Pretendo baixar o tempo que fiz em edições anteriores. A perspectiva é muito positiva. Estou muito feliz por representar o meu Estado”, disse.
Com o calendário cheio para 2016, o multiatleta da Bee Sports pretende utilizar a São Silvestre como preparação para uma sequência de competições de alto rendimento.
“Utilizarei a competição como treino, visto que já vou iniciar o ano com uma competição em fevereiro. Estou focando na corrida de 100 quilômetros. Mas, preciso fazer a pontuação para me qualificar para o Ultra Train do Mont Blanc. Além de participar do Challenge, uma competição de triátlon que é parecida com o Iron Man. É um triátlon olímpico. E ainda quero ultrapassar a marca dos 100 quilômetros na ultra maratona de montanha na Argentina”, contou.

Fonte: Blog do Luis cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário