sexta-feira, 20 de maio de 2016

Deputado Paulo Neto denuncia estragos do agronegócio no Baixo Parnaíba

paulo neto 2
Ao anunciar ontem o projeto “Quintais Produtivos”, que visa incentivar a agricultura de subsistência num grande número de municípios no Nordeste do Maranhão, o deputado Paulo Neto (PSDC) surpreendeu o plenário com uma denúncia grave. Ele afirmou, com muita ênfase, que a expansão do agronegócio, especialmente a produção de soja e milho, não está levando benefícios à Região do Baixo Parnaíba. Ao contrário, além de não gerar impostos nem empregos, o escoamento da grande quantidade de grãos ali produzidos está concorrendo para destruir a já precária infraestrutura rodoviária que interliga os municípios. “Não levaram nada de bom para nós”, disse Paulo Neto. Com sua maneira muito própria de dizer o que pensa com clareza absoluta, o parlamentar denunciou: “Os grandes produtores de soja e de milho na nossa região deixam zero de recursos para os municípios do Maranhão. Lá na região do Baixo Parnaíba eles não deixam nada. Emprego é muito pequeno, pouquíssimos empregos. O Governo tem que olhar para isso. São os municípios pequenos e os pequenos produtores, porque ali o solo é fértil para soja, mas o município fica zerado, fica só com prejuízo”, completou Paulo Neto.

Em tempo: Ao subir a tribuna para fazer seu pronunciamento, o deputado Paulo neto ficou incomodado porque a maioria dos deputados estava conversando. Sem meias palavras, ele se dirigiu ao presidente Humberto Coutinho e reclamou: “Presidente, pelo que sei isso aqui não é mercado”. Os deputados pararam de conversar e ele iniciou sua fala.

Fonte: Blog do Ribamar Correia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário